XP dá ultimato ao Cruzeiro e ameaça deixar processo de venda, caso não haja mudança no Estatuto

Uma das empresas que estão ajudando o Cruzeiro no processo de angariar investidores para o clube, a XP, por meio de seu head, Pedro Mesquita, declarou que deixará de ser parceira da Raposa, caso não haja alteração do Estatuto da agremiação nesta sexta-feira (17), na assembleia geral dos celestes.

“Caso o Cruzeiro não aprove a venda do seu controle na próxima sexta, nós da XP deixaremos o comando do processo, pois será inviável realizar uma transação que seja interessante para o futuro do clube”, escreveu Mesquita em seu Twitter.

Ele se refere à repartição da Sociedade Anônima do Futebol (SAF). O intuito é de que o Cruzeiro aprove a possibilidade de vender até 90% das ações da SAF. Se isso não ocorrer, a XP deixará esse processo de negociações com investidores.

“Eu gostaria de esclarecer um ponto. Nos últimos meses, tivemos interações com inúmeros investidores. Posso afirmar que todo investidor sério e de credibilidade só vai investir no futebol brasileiro se tiver o controle da SAF e, de preferência, com percentuais altos”, destacou ainda o head da XP.

A assembleia geral ocorrerá nesta sexta, das 18h30 às 20h30, no Parque Esportivo do Barro Preto.

Atualmente, de acordo com o Estatuto, é permitido que somente 49% das ações do clube sejam vendidas.

SAF

O Cruzeiro divulgou em suas redes sociais o documento de seu CNPJ como primeira Sociedade Anônima do Futebol (SAF) no Brasil no dia 6 de dezembro deste ano.

O presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, já havia ressaltado a importância da assembleia geral desta sexta para definir o futuro do clube.

“Todo mundo sabe que antes, lá no artigo primeiro, estava colocado que o Cruzeiro só poderia vender 49% das ações. Entretanto, a gente conversou bastante com as pessoas que nos auxiliam, sobretudo a Alvarez & Marsal e a XP, que são as empresas que estão nos ajudando a captar investidores, e vi uma dificuldade no mercado que estava para isso. Quem vai colocar dinheiro, vai colocar para não ter controle? Já sabia que quem ia ajudar a gestão estaria disposto a isso, claro. É fundamental que quem faça isso tenha o poder de controle, já que vai colocar a maior parte do dinheiro”, declarou o mandatário.

“Em razão disso, a gente chamou essa assembleia geral, que é o órgão competente para resolver sobre isso, diferente do Conselho Deliberativo. A assembleia geral é convocada pelo presidente do clube. A gente está chamando todos os associados para votar. Todo associado que tem mais de um ano adimplente no clube está apto a poder votar, e é muito importante que participe historicamente”, completou.

 

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.