Com Turco Mohamed, Atlético-MG terá 14º técnico estrangeiro da história; veja lista

Argentino inicia era no Galo nesta segunda-feira com a representação dos atletas

Atlético-MG foi até Portugal, mirou dois nomes, passou pelo argentino Eduardo Berizzo, voltou a ter outro português em pauta, mas o novo treinador é Antonio Mohamed. Entre contatos e entrevistas, uma certeza: o clube queria um nome estrangeiro. Em BH desde o último domingo, El Turco será o 14º treinador gringo em 113 anos de história, sendo o terceiro argentino. Inicia a nova era nesta segunda, com a reapresentação dos atletas.

Do precursor húngaro Eugênio Medgyssy ao argentino Jorge Sampaoli, 13 estrangeiros estiveram à frente do comando técnico do Galo. Dentre todos, apenas cinco conquistaram títulos – quase todos campeonatos estaduais.

O mais vitorioso é o uruguaio Ricardo Díez. Em três passagens na década de 1950, conquistou dois Mineiros e comandou a vitoriosa excursão pela Europa, que rendeu ao time o título de “Campeão do Gelo”, presente no hino alvinegro.

O primeiro estrangeiro da história atleticana foi o húngaro Eugênio Medgyssy, que comandou o clube em 1928, 1929 e 1931. Com ele, o Atlético disputou 53 jogos, venceu 35, empatou 12 e perdeu apenas seis. O europeu, porém, não levantou nenhum troféu.

Já o nome do último gringo à frente do Galo está bem fresco na memória dos torcedores. Em 2020, o argentino Jorge Sampaoli assumiu o posto do também estrangeiro Rafael Dudamel, da Venezuela. Com ele, o Galo bateu à porta de conquistar o Brasileiro de 2020/21 (foi vice-campeão), mas construiu a base que seria campeã com Cuca na temporada seguinte.

Jorge Sampaoli, o último estrangeiro a comandar o Atlético — Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

Jorge Sampaoli, o último estrangeiro a comandar o Atlético — Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

 

Os estrangeiros que comandaram o Atlético

Jorge Sampaoli – Argentina (2020-2021)

  • 45 jogos – 26 vitórias, 8 empates e 10 derrotas
  • Título – Campeonato Mineiro

Rafael Dudamel – Venezuela (2020)

  • 10 jogos – 4 vitórias, 4 empates e duas derrotas

Diego Aguirre – Uruguai (2016)

  • 31 jogos – 16 vitórias, 7 empates e 8 derrotas

Fonte: ge.globo.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.