Depois de goleiro, Cruzeiro busca finalizar acerto na lateral e mira atacante de lado

Paulo Pezzolano comenta montagem do elenco e ainda aguarda chegada de jogadores da Copinha

O técnico Paulo Pezzolano ainda não tem um grupo fechado do Cruzeiro para a temporada 2022. Faltando menos de 10 dias para a estreia no Campeonato Mineiro, o treinador ainda aguarda a chegada de alguns atletas que estão participando da Copinha e da contratação de reforços.

Foi o que revelou o treinador em entrevista exclusiva ao programa Esporte Espetacular, da Globo. Uma das posições é o gol. E o reforço é Rafael Cabral, que rescindiu com o Reading, da Inglaterra, para assinar com o CruzeiroPezzolano disse que não é de indicar nomes de jogadores, mas sim características.

– Não sou treinador que pede jogador. Nós falamos de características em cada posição, e eles são de mostrar para gente opções. Eu (digo se )gosto mais dele ou de outro. Não peço jogador, não sou disso. Eu peço mais características, um nome não. Mas sabemos que precisa chegar um goleiro para também jogar com Lucas França, que está trabalhando muito bem, mas tem que chegar outro.

O treinador, apesar de não apontar nomes, sabe das necessidades do elenco. Por isso, aguarda a finalização do acerto com o lateral Gabriel Dias. Nos últimos dias, o Cruzeiro tentava superar a parte burocrática para o anúncio.

Não para por aí. A gestão de Ronaldo Fenômeno ainda busca um jogador de velocidade para o ataque cruzeirense. Era uma necessidade apontada já pelo técnico Vanderlei Luxemburgo e reforçada por Paulo Pezzolano. Waguininho já foi contratado, mas entende-se a necessidade de mais uma peça. Pode ser que ela não chegue neste primeiro momento.

O técnico uruguaio diz que a gestão de futebol do Cruzeiro sabe qual posição precisa ser buscada. Outra que o clube tem situação encaminhada é a lateral direita. A Raposa resolve situações burocráticas para anunciar Gabriel Dias.

– Eles (gestão da SAF) sabem qual posição tem que chegar, mas o mais importante para mim agora é a chegada dos jogadores que eles escolham para o time.

Gabriel Dias, lateral-direito estava no Ceará, antes de ter vestido a camisa do Fortaleza — Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Gabriel Dias, lateral-direito estava no Ceará, antes de ter vestido a camisa do Fortaleza — Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Por fim, o jogador também aguarda a chegada de jogadores que estão na Copa SP de Futebol Júnior. O treinador trabalhará com, no máximo, 30 atletas.

– Eu gosto de trabalhar no campo, hoje tenho 24/25 jogadores, mas alguns que vão chegar do juvenil que estão jogando a Copinha e eu vou fazer o melhor com o que tenho, com eles. depois vamos começar o estadual e vermos se estiver faltando alguma posição, vamos falar e ver. Mas em principio o time vai chegar por ai, mais um ou dois jogadores.

Fonte: ge.globo.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.