América-MG busca quarta vitória seguida sobre o Cruzeiro para igualar feito conquistado apenas em 1953

Há 69 anos, entre amistosos e jogos oficiais, Coelho emplacou quatro vitórias seguidas sobre o rival desta quarta; Marquinhos Santos deve mandar força máxima no clássico

O América-MG defende contra o Cruzeiro, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, uma invencibilidade que já é histórica, já que venceu os três últimos confrontos. Se vencer mais uma, alcançará um feito que só ocorreu uma vez na história do centenário clássico, e há 69 anos.

Coelho e Raposa duelaram três vezes pelo Campeonato Mineiro em 2021. Na primeira fase, o América fez 1 a 0 sobre o rival, com gol do lateral Joseph. Depois, nas semifinais, mais duas vitórias: 2 a 1 no jogo de ida (virada com gols de Alê e Ademir) e 3 a 1 na volta (dois de Rodolfo e um do volante Ramon).

O feito igualou o que o América havia conseguido apenas 68 anos antes, em 1953. Na ocasião, o Coelho venceu não apenas três, mas quatro jogos seguidos sobre o rival. Dois jogos dessa quadra, porém, era amistosos, sendo os outros dois válidos pelo Estadual. Se consideramos apenas partidas oficiais, a última trinca positiva do América aconteceu em 1949.

Na década de 1990, o Coelho chegou a ficar seis jogos seguidos invicto contra a Raposa, mas com duas vitórias e quatro empates entre 1995 e 1996, todas pelo Mineiro. Cenário que quase se repetiu entre 1999 e 2000, com três empates e duas vitórias.

Força máxima (com ex-rivais)

Para tentar igualar o feito histórico sobre o Cruzeiro e ainda subir na tabela do Campeonato Mineiro, o técnico Marquinhos Santos deve mandar, pela primeira vez na temporada, força máxima a campo. Isso inclui atletas que ainda não estrearam, como o zagueiro German Conti e o atacante Everaldo. Há a expectativa também de que o goleiro Jailson seja relacionado pela primeira vez.

Wellington Paulista fez uma selfie com os companheiros de América-MG ao marcar o primeiro gol pelo clube — Foto: Twitter/AFC

Wellington Paulista fez uma selfie com os companheiros de América-MG ao marcar o primeiro gol pelo clube — Foto: Twitter/AFC

Outro que deve ser relacionado pela primeira vez é o lateral-direito Raul Cáceres, contratado há duas semanas do próprio Cruzeiro. Além do paraguaio, o atacante Wellington Paulista, que teve estreia de gala, com gol e assistência, já vestiu a camisa celeste.

Fonte: ge.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.