Com Mineirão mais caro, Cruzeiro ensaia ampliação de estadia no Independência por menor custo

Veja comparativo das despesas de jogos realizados no Mineirão e no Independência; volta ao Gigante dependerá da expectativa de público em possível semifinal do Estadual.

O custo menor de atuar no Independência, em detrimento do que precisa desembolsar para mandar jogos no Mineirão, faz o Cruzeiro ensaiar uma estadia de maior tempo no Horto sob a gestão de Ronaldo Fenômeno. Um retorno ao Gigante dependerá, bastante, da expectativa de público de partidas futuras.

Após jogar na estreia do Mineiro (contra a URT) no Independência, que custou R$ 30 mil em termos de aluguel e com custo total do evento de R$ 159.891,60, o Cruzeiro vai emendar, pelo menos, três jogos seguidos no estádio: contra o Uberlândia (na próxima quinta-feira), Villa Nova (domingo) e diante do Pouso Alegre, na 10ª rodada.

A explicação está, basicamente, nos números do Cruzeiro até agora no Mineiro em termos de público e arrecadação. Sem conseguir ocupar grande parte das cadeiras no Mineirão nos jogos contra América-MG e Democrata, a Raposa não atingiu o que esperava em termos de arrecadação.

O custo nos dois jogos foi bem superior ao que teve no jogo contra a URT. No jogo contra o América-MG, em que teve lucro, o Cruzeiro teve de gastar 474.960,94. Contra o Democrata GV, foram R$ 275.506,31 de despesas. O prejuízo foi de R$ 29, 8 mil.

Após o jogo de quarta-feira, Ronaldo Fenômeno falou em uma live realizada no seu canal e indicou que manterá os jogos do Cruzeiro no Independência.

– O custo para jogar no Mineirão tem sido muito alto, e não vale a pena para o Cruzeiro continuar os jogos como mandante no Mineirão. Muito provavelmente, vamos mandar nossos jogos no Independência. O Mineirão tem tido um custo altíssimo e não dá para bancar esses custos nessa fase de reestruturação. Mais para frente, vamos voltar a falar. Mas o Independência nos atende muito bem. O gramado é muito bom, e o custo é infinitamente mais baixo.

Torcedores do Cruzeiro no estádio Independência — Foto: Guilherme Macedo

Torcedores do Cruzeiro no estádio Independência — Foto: Guilherme Macedo

Uma eventual volta ao Mineirão ocorrerá numa possível semifinal de Estadual, segundo apurou o ge. Se houver previsão de grande público, a gestão do Fenômeno irá trabalhar para levar o jogo para o Mineirão.

– A gente vai ter que negociar com eles (Minas Arena), mas parece que as condições no Mineirão têm sido bem difíceis, isso é o que me passa a minha equipe. A gente tem essa opção muito boa do Independência.

Não é a primeira vez, desde que entrou em grave crise financeira, que o Cruzeiro recorre ao Independência. Em 2020, durante a Série B, jogou a reta final do torneio no Horto, em um acordo que incluiu também um débito anterior do clube com a administração do estádio. Ano passado, também por causa de custos, a Raposa levou jogos para o Independência e Arena do Jacaré durante a Série B.

Fonte: ge.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.