Em busca de feito histórico na Libertadores, América encara o Guaraní-PAR nesta quarta

Na disputa da primeira Copa Libertadores de sua história, o América tenta não encerrar prematuramente a participação no torneio.

Para isso, terá que superar o Guaraní, do Paraguai, nesta quarta-feira (2), às 19h15, no estádio Defensores del Chaco, no jogo de volta da segunda fase da principal competição da América do Sul.

Derrotado no jogo de ida por 1 a 0, no Independência, o Coelho precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença em Assunção para garantir a vaga no tempo normal.

Em caso de triunfo do Alviverde por um gol de vantagem, a decisão do classificado irá para a disputa de pênaltis.

A principal novidade na delegação do Coelho no Paraguai é o meia Alê, recuperado da Covid-19, que o deixou de fora do primeiro jogo do confronto.

A dúvida agora é se o meio-campista será acionado logo de início ou se ficará como opção no banco de reservas.

No caso da segunda alternativa, o técnico Marquinhos Santos poderá lançar o meia Índio Ramírez, titular no Independência, ou o meia-atacante Matheusinho, que poderia ser deslocado para a faixa central do campo, como no segundo tempo do embate em Belo Horizonte.

Nesse caso, abriria-se uma vaga no ataque, com Pedrinho e Everaldo disputando um lugar ao lado de Felipe Azevedo e Wellington Paulista.

Certo é, que independentemente dos onze iniciais definidos por Marquinhos, o América promete um time forte e bem preparado psicologicamente para o duelo que pode escrever mais uma importante página da história do Coelho.

Pelo menos esse é o discurso da comissão técnica, dos jogadores e a diretoria do Alviverde no Paraguai.

Má fase do Guaraní-PAR

Sem vencer nas quatro primeiros rodadas do Campeonato Paraguaio, e na zona de rebaixamento do torneio, o Guaraní-PAR joga todas as suas fichas neste momento na Libertadores.

Prova disso, é que o técnico Fernando Jubero, mesmo precisando urgentemente pontuar no campeonato nacional, preservou muitos jogadores considerados titulares no último fim de semana, quando empatou em 3 a 3 com o Resistência.

Em relação ao time que vai iniciar jogando contra o América, a novidade pode ser a entrada do atacante Sergio Bareiro na vaga de José Ariel Núnez, para formar o ataque com Fernando Fernández.

Nesse caso, Jubero abriria mão de um jogador de velocidade no ataque, optando por atuar com dois centroavantes de referência.

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.