Raposa: Pezzolano relembra proposta de ‘clube de Libertadores’ e os motivos por ter escolhido o Cruzeiro

Embora não tenha citado quem teriam sido os times interessados, o treinador uruguaio ressaltou que houve oferta de comandar uma equipe que disputa a Copa Libertadores. Convite refutado por ele.

“Estou no Cruzeiro. Tive a oportunidade de estar em outro clube, ganhando mais e na Libertadores. Teve proposta na mesa. E escolhi o Cruzeiro, primeiro pelo projeto, segundo por estar muito alinhado ao (meu) modelo de jogo, que para mim é muito importante como treinador. E saber que tem uma família por trás, uma vida pela frente. Tenho contrato com o Cruzeiro até o fim de ano. E não estou pensando em outra coisa”, declarou Pezzolano em entrevista à Rádio 98 FM.

Grêmio

O treinador destacou ainda o trabalho que vem sendo feito nesta semana, visando ao clássico contra o Grêmio, no domingo (8), às 16h, no Independência, pela sexta rodada da Série B do Brasileiro.

“Penso só no agora, de segunda a segunda, em como ganhar do Grêmio no fim de semana. Isso é futebol. Sei que se não for bem em três, quatro ou cinco jogos, acontece o contrário (demissão de técnico). Sabemos que muda muito. Mas o que penso é ganhar no fim de semana. E estar na Primeira Divisão ao fim do ano com o Cruzeiro”, disse.

Terceiro colocado da Segunda Divisão, o Cruzeiro tem dez pontos, assim como o Grêmio, em segundo lugar. Com 13, o Bahia lidera a competição.

Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.