Série A: Permanência na elite, Sul-Americana ou Liberta: Mancini fala das pretensões do América no Brasileiro

Em 2021, o América encerrou o Brasileirão na oitava posição, com 46% de aproveitamento, alcançando uma vaga na etapa preliminar da Libertadores (em seguida, chegou à fase de grupos da competição sul-americana). Neste ano, o time já disputou nove rodadas, com uma campanha promissora: 52% de rendimento.

Com o desempenho positivo no “primeiro quarto” da edição 2022, o torcedor alviverde começa a sonhar novamente com uma vaga na Liberta e não apenas em ver o time permanecer na Série A. Situação comentada por Vagner Mancini, após o triunfo por 2 a 1 sobre o Cuiabá, nesse sábado (4), no Independência.

“O primeiro objetivo de todas as equipes do Brasileirão é chegar à marca de 45 pontos, porque possibilita tirar um peso das costas. Todo mundo sofre, o Brasileiro é extremamente difícil, não tem uma equipe muito diferente da outra. Todos os times têm bons jogadores e bons técnicos, que montam bons times. Mas claro que na nossa cabeça tem outras coisas se passando. Quero que o América fique sempre na primeira parte, jogando para estar no G-4, G-6, G-8”, ressaltou.

E prosseguiu: “É importante dizer que, pela dureza do campeonato, muitas vezes não vamos pontuar em todos os jogos. Se pontuar com empate, às vezes não alcança aquilo que quer. Então é uma somatória de pontos. O empate com o Corinthians e a vitória de hoje (sábado) nos deram dois pontos em cada partida. Uma conta muito boa para uma equipe que quer chegar lá em cima”.

O próximo adversário do Coelho é o Ceará, nesta quarta-feira (8), às 19h, novamente no Horto, pela décima rodada da Série A.

Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.