Desfalque: Allan revive ‘sina’ com cartões e novamente será desfalque para o Atlético em jogo decisivo

O volante Allan foi expulso diante do Emelec-EQU após confusão com Jackson Rodríguez. O jogador deu uma cotovelada no equatoriano e, após consulta ao árbitro de vídeo, recebeu o cartão vermelho. Em função disso, Allan não está disponível para o jogo de volta, que será na próxima terça (5), no Mineirão. Perder jogos importantes por suspensão não é novidade para o camisa 29 alvinegro.

Em 2022, Allan é um dos jogadores do elenco atleticano que mais sofreu punições no jogo. São nove cartões amarelos e um vermelho. No Brasileirão, já cumpriu uma suspensão no jogo diante do Ceará, pela 12ª rodada, por acumular três amarelos. A última expulsão do jogador pelo Galo tinha sido em 2021, pelo Brasileirão, na partida contra o Santos, pela 7ª rodada do torneio.

Allan não estava em campo na partida que deu o título brasileiro ao Galo diante do Bahia, na Fonte Nova. O jogador cumpria suspensão por tomar o terceiro cartão amarelo. No total, foram 32 jogos e 7 cartões amarelos no Brasileiro passado – maior marca da equipe junto com Arana.

Já a ausência na segunda partida da semifinal da Copa do Brasil em 2021 foi forçada pelo próprio após a vitória por 4 a 0 na primeira partida contra o Fortaleza. A ideia era jogar a final sem riscos. Somando todos os jogos da Copa do Brasil desde que chegou, o volante é quem mais foi punido com cartões pelo Atlético – são 4 em 11 jogos.

Em junho do ano passado, o jogador comentou sobre o número de cartões que vinha levando. Allan se defendeu falando que não é um jogador desleal, mas por vezes, a própria posição pede que ele faça uma falta.

“A minha posição já é de característica, muitas vezes, de optar pelo cartão para matar a jogada. Tomando injustamente, me deixa “p. da vida” mesmo. Eu vou continuar ficando indignado. E, se for preciso, vou tomar cartão, porque minha função é essa, de marcar e chegar firme. A única forma de eu não tomar cartão é tirando o cartão do jogo ou me passando para outra função”, disse.

Um dos principais nomes do elenco do Galo, Allan teve um início marcado por punições. Em 2020, primeiro ano defendendo o alvinegro, foram 14 cartões amarelos e três expulsões. Ele desfalcou o clube diante do Union Santa Fé-ARG, em partida válida pela primeira fase da Copa Sul-Americana. O Atlético acabou eliminado da competição.

Turco Mohamed terá que pensar em um novo meio-campo para jogar a partida de volta diante do Emelec-EQU. Além da suspensão de Allan, o argentino não tem Jair, lesionado. Otávio deve ser titular junto de Rubens ou Calebe.

Antes, o Atlético enfrenta o Juventude, pelo Brasileirão no sábado (2). No jogo Allan deve ser titular, até por não poder estar em campo pela Libertadores.

Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.