Transferências: Segundo semestre reforçado: contratações do Atlético no ano já superam as de 2021

No ano passado, somente o atacante Diego Costa e o zagueiro Nathan Silva entraram na segunda janela. O primeiro, que rescindiu com o Galo em janeiro deste ano, estava sem clube quando foi negociado. O segundo estava emprestado ao Atlético-GO, tem vínculo previsto até dezembro de 2023, e atualmente é defensor titular na equipe.

Neste ano, até o momento, os reforços da segunda janela estão concentrados no setor ofensivo devido às baixas sofridas pelo Atlético ainda na primeira parte da temporada. Além de Diego Costa, o ataque do Galo perdeu Savarino, vendido ao Real Salt Lake, e Savinho, negociado junto ao Grupo City.

Com estas duas vendas, o Galo recebeu mais de R$50 milhões. No ano passado, nessa altura, com as vendas de Gabriel e Marrony, o valor conquistado pelo clube também girava entre este mesmo valor.

Seguindo o planejamento de contenção de gastos, as quatro contratações não tiveram custos de rescisão para o Atlético, uma vez que os atletas já haviam findado os contratos com seus respectivos clubes, e Pedrinho esteja vinculado por empréstimo, junto ao Shakhtar Donetsk. O último time de Jemerson foi o Metz, da França, o de Alan Kardec, o Shenzhen, da China, e o de Cristian Pavón, o Boca Juniors.

Além dos atacantes, o Galo perdeu outros sete atletas desde abril de 2022. São eles Diego Godín, Dylan, Micael, Vitor Mendes, Luiz Otávio, Luiz Filipe e Tchê Tchê. Contando desde o início do ano, a lista de quem deixou o Alvinegro recebe os nomes de Alan Franco, Nathan, Hyoran e Jean.

Em números, o “Mercado da Bola” do Atlético está mais movimentado neste ano. Ainda em julho, o número de entradas já é superior do que o de todo 2021. São seis contrações contra dez, em 2022. No entanto, a saída também está maior: são 14 neste ano, contra 7 no ano passado.

O que muda na prática

Rodrigo Caetano, ao apresentar Alan Kardec, nessa quarta-feira (6), voltou a frisar que as contratações do Atlético visam jogadores competitivos que podem ajudar na conquista de títulos, pois este é um dos principais interesses do clube neste momento.

Com a presença de Jemerson, Kardec, Pedrinho e Pavón, o Atlético ganhará mais fôlego para a quantidade de competições que disputa. A equipe está classificada para as quartas de final da Libertadores, está disputando as oitavas da Copa do Brasil, e está no G-4 do Campeonato Brasileiro.

O estilo de jogo, no entanto, não deve mudar. O treinador Turco, que já foi respaldado pela direção de futebol do Atlético, permanece tentando impor seu estilo e sua marca, rotacionado os atletas, concedendo minutagem a todos e fazendo o revezamento, a fim de poupá-los.

Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.